(Foto: AFP)

O agora ex-juiz federal Sergio Moro se notabilizou no combate à corrupção, mas, como ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro (PSL), terá também atribuições de coordenar o combate à segurança pública, incluindo facções criminosas e crime organizado.


A visão do ex-magistrado sobre segurança é ainda pouco conhecida e começa a ser mais explorada nas entrevistas que ele vem concedendo. Moro tem mencionado propostas "em gestação".


Ele citou que pretende resgatar propostas das Dez Medidas Contra a Corrupção elaboradas pelo Ministério Público, como estava previsto no plano de governo de Jair Bolsonaro, e utilizar em partes propostas formuladas pela Sociedade Civil Organizada, Transparência Internacional e Fundação Getúlio Vargas. Moro defende a tomada de ações simples contra os problemas apontados, que possam ser aprovadas e aplicadas com rapidez.


CONFIRA ALGUMAS DAS IDEIAS:


Mudança nas regras de prescrição de crimes

Está previsto no Código Penal que o Estado perde o direito de punir caso passe determinado tempo entre o cometimento do crime e o julgamento. O tempo para que a punição "perca a validade" depende do teor do crime e, consequentemente, da pena prevista. Moro afirmou pretender alterar essas regras, mas não explicitou que mudanças mais específicas serão feitas.

Facções criminosas e progressão de pena

Outra ação seria proibir a progressão de regime prisional - do fechado para semiaberto ou aberto, por exemplo - quando houver prova de ligação do preso com organizações criminosas. Segundo ele, se o criminoso está ligado a uma facção significa que ele não está pronto para esse tipo de medida de ressocialização.


Método Lava Jato contra crime organizado

Moro também pretende utilizar estratégias como as forças-tarefas da Operação Lava Jato no combate ao crime organizado. Ele não deu mais detalhes de como isso ocorreria, mas deixou claro que combater esse tipo de crime é prioridade.


HELOISA VASCONCELOS


O economista Mansueto Facundo de Almeida Júnior foi indicado para permanecer no cargo de Secretário do Tesouro Nacional, que ocupa desde abril de 2018. A informação é da Agência Brasil e foi confirmada na tarde da última quinta-feira, 15.

O especialista em Finanças Públicas é graduado em Economia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e nasceu na capital cearense, em 1967. Ele chegou ao Governo Federal com o afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e a nomeação de Henrique Meirelles (MDB) como ministro da Fazenda.
Ele foi titular da Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda. Passou à Secretaria do Tesouro Nacional, com a saída de Meirelles, que acabou provocando uma dança das cadeiras a partir da promoção de Eduardo Guardia de secretário-executivo para ministro.


Paulo Guedes, futuro "superministro" da Economia de Jair Bolsonaro, já elogiou publicamente o trabalho de Mansueto, por quem tem "ótima impressão" em virtude ao seu "espírito público e conhecimento técnico". Para ele, o setor público brasileiro dispõe de um quadro de profissionais capazes de fazer as reformas que o País precisa para retomar o crescimento da economia, que ainda sofre os efeitos da crise.


Mansueto é técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Foi coordenador-geral de Política Monetária e Financeira na Secretaria de Política Econômica no Ministério da Fazenda, entre 1995 e 1997; assessor da Comissão de Desenvolvimento Regional e de Turismo do Senado Federal, de 2005 a 2006. De 2014 a 2016 foi consultor privado.


Em entrevista à Agência Brasil, o professor de economia do Insper Otto Nogami disse que a decisão de manter Mansueto na secretaria do Tesouro Nacional é uma sinalização de continuidade e que a nova equipe deverá adotar medidas menos intervencionistas do que a anterior.


No início do mês, Mansueto elogiou a equipe à Agência e disse que estão comprometidos em, por exemplo, alterar as regras da Previdência. “Eu acho que o governo novo está muito comprometido em aprovar a reforma da Previdência. Tenho muitos amigos aí, funcionários públicos muito competentes, uma equipe muito comprometida com o ajuste fiscal, que quer fazer avaliação de gasto público, que quer fazer o ajuste fiscal cortando a despesa, não com (elevação da) carga tributária”, disse o secretário do Tesouro.

                                Resultado de imagem para mansueto almeida

Além disso, o secretário afirmou que "agora é um ótimo momento para investir no Brasil". Isto por conta das perspectivas do País para os próximos anos, sobretudo com aprovação de reformas fiscais, com destaque para a relativa à Previdência Social, e privatizações de estatais, bem como de avanço de projetos de infraestrutura.


Almeida acredita que a aprovação pelo Congresso do projeto que tornará o Banco Central independente será "um passo importante" para o fortalecimento das instituições públicas no Brasil. "Contudo, hoje o BC já tem total independência e dispõe de uma direção excelente."


O economista é o primeiro cearense escalado para ocupar cargo no futuro governo de Jair Bolsonaro. Paulo Guedes já indicou outros dois para ocupar os chamados Cargos Especiais de Transição Governamental. O especialista em Energia, Luciano Irineu de Castro Filho, natural de Fortaleza, e o economista Waldery Rodrigues Júnior, de Missão Velha, estão entres os 27 nomes publicados no Diário Oficial da União, mas ainda sem confirmação.

Mansueto Almeida: "O papel do economista"

Redação O POVO Onlin
O Ibope divulgou nesta quinta-feira, 16, a primeira pesquisa sobre a eleição no Ceará. Camilo Santana (PT) tem 64% das intenções de voto.
Números da pesquisa Ibope para governador do Ceará


Confira os números do Ibope:


Camilo Santana (PT) - 64%


General Theophilo (PSDB) - 4%


Ailton Lopes (Psol) - 2%


Hélio Góis (PSL) - 2%


Gonzaga (PSTU) - 2%


Mikaelton Carantino (PCO) - não pontuou

Brancos e nulos somam 17%. Não sabem ou não responderam 9% dos entrevistados.

 
Candidatos a governador do Ceará

Foram ouvidos 1.204 eleitores no Estado do Ceará, entre os dias 10 e 16 de agosto.



A margem de erro máxima é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança estimado é de 95%.


O levantamento foi contratado pelo Sistema Verdes Mares e está registrado na Justiça Eleitoral com o número CE-04197/2018.

Redação O POVO Online
Com a saída do atacante Elton, a diretoria do Ceará está buscando mais um centroavante no mercado. O reforço, no entanto, deverá ter características bem diferentes das que o ex-jogador do Vovô tinha. A peça que a diretoria alvinegra deseja tem um estilo de jogo semelhante ao do atacante Arthur.

"Vamos buscar um centroavante com características diferentes do Elton, um que tenha mais mobilidade", disse o executivo de futebol do Ceará, Marcelo Segurado. O dirigente, no entanto, não comentou sobre nomes e nem deu prazos para a aquisição. Conduta semelhante ao do presidente do time, Robinson de Castro. "Não dá para a gente ficar falando antes de se definir alguma coisa", foi sucinto.


Além de Elton, o Alvinegro rescindiu contrato com o volante Pio, que se transferiu para o CSA. Segundo Segurado, o clube não vai buscar no mercado uma peça de reposição para a volância.

O Ceará tem atualmente apenas dois jogadores na função de centroavante após a saída de Elton: Arthur, artilheiro da equipe no ano, e Romário, que está voltando de lesão que lhe tirou de combate no início do ano. As demais opções para o setor de ataque são de jogadores de lado: Calyson, Leandro Carvalho, Juninho Quixadá, Eder Luis, Felipe Azevedo, Luidy e Alex Amado.
A França contou com grandes jogadores na sua campanha do bicampeonato da Copa do Mundo, mas nenhum deles foi tão gigante quanto Kylian Mbappé. No campo, o jovem foi um dos pilares do ataque francês e foi eleito o melhor jogador jovem do torneio, fora dos gramados, foi o melhor jogador do mundial.

O motivo do destaque fora das quatro linhas é por conta de suas ações filantrópicas. Mbappé se associou em 2017 à instituição de caridade francesa Premiers de Cordée, que ministra aulas de esportes para crianças com deficiências, de acordo com o jornal francês L'Equipe.

Segundo a imprensa europeia, o jogador recebeu cerca de 19 mil doláres por partida (cerca de R$77 mil), mais um bônus de 310 mil doláres (R$1,3 milhões) pelo título da França e doou toda quantia para a instituição, totalizando um valor de aproximadamente R$1,7 milhões.

- Kylian é uma pessoa maravilhosa. Quando a agenda dele está vaga, ele nos visita com um grande prazer. Ele tem uma ótima relação com as crianças. Sempre acha as melhores palavras para encorajá-las - disse o dirertor geral da
Premiers de Cordée, Sebastian Ruffin, ao diário francês Le Parisien.

De acordo com o L'Equipe, a ação de Mbappé parece ter inspirado uma série de doações feitas pelos próprios jogadores da seleção francesa, que também repassaram seus ganhos em premiações da Copa para uma viagem educacional de 25 crianças do colégio Jean-Renoir para a Rússia.
Neymar Jr não é mais unanimidade quando o assunto é sobre quem será o sucessor de Messi e Cristiano Ronaldo depois de a dupla se despedir do protagonismo do futebol mundial. Segundo a PLURI Consultoria, o craque brasileiro sofreu uma desvalorização de 11% após a Copa do Mundo, na qual foi bem aquém das expectativas e acabou se destacando não pelo seu futebol, mas por seu comportamento negativo dentro das quatro linhas.

Antes do Mundial, o valor de mercado de Neymar estava cotado em torno de 197,3 milhões de euros. Após a competição, na qual o Brasil foi eliminado nas quartas de final para a Bélgica, o jogador passou a valer 175,4 milhões, o equivalente a R$ 789 milhões. Ainda assim, ele se mantém à frente de Lionel Messi e, por enquanto, Kylian Mbappé, hoje sua principal ameaça, uma vez que o francês já figura como segundo atleta mais valorizado do futebol mundial (170,7 milhões de euros).

As previsões para o futuro da carreira de Neymar também não são muito animadoras. Em um cenário otimista, o jogador seguirá se valorizando somente até dezembro de 2020. Daí em diante, a tendência é que o atual atacante do Paris Saint-Germain entre em uma curva descendente, abrindo ainda mais espaço para o estrelato de Mbappé, que com apenas 19 anos já se sagrou campeão do mundo com a seleção francesa e deve passar a dividir o protagonismo com o brasileiro no PSG.

“Dentro de campo, se não comprometeu com a bola nos pés, não foi decisivo como se esperava dado o seu talento. E sem a bola, amplificou em escala planetária os piores aspectos que há tempos se apontavam sobre sua carreira. Ninguém, porém, poderia imaginar a proporção tomada pelos eventos que o envolveram, a ponto de seu nome ter virado sinônimo para simulação e cai-cai”, diz o texto da PLURI Consultoria.


Os critérios de avaliação do valor de mercado dos jogadores consistem em 75 aspectos divididos em 18 itens, como idade, fundamentos, qualidade técnica, capacidade de definição de jogo, disciplina, espírito de equipe, entre outros. Aos 28 anos, Neymar já figura na faixa etária considerada ideal para que um futebolista chegue ao ápice de sua forma física e técnica, porém, os resultados recentes acumulados por ele não são muito animadores.

Nos últimos anos, Neymar teve como principais conquistas a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes, em 2015, com o Barcelona, e a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro no ano seguinte. Desde então, apenas títulos nacionais foram somados no currículo do jogador que em 2017 se tornou o futebolista mais caro da história ao se transferir para o Paris Saint-Germain sob o pagamento de sua multa rescisória de R$ 822 milhões.

Apesar da desvalorização, Neymar ainda é uma das marcas mais fortes do futebol mundial. Nos últimos três anos, o craque teve uma valorização de mercado de 45%. Somente no ano passado, ele teve uma receita avaliada em 90 milhões de dólares, a quinta maior entre atletas e a terceira entre jogadores de futebol, o que fez com que ele entrasse na seleta lista da revista Forbes como uma das celebridades mais bem pagas do planeta.
Uma infecção sexualmente transmissível e ainda pouco conhecida poderá se transformar em uma superbactéria que poderá resistir a tratamentos feitos com o uso de antibióticos conhecidos, é o que alertam especialistas europeus.

A Mycoplasma genitalium (MG), como é conhecida, mostra-se resistente a alguns antibióticos, no Reino Unido. Autoridades de saúde já trabalham na busca por novas diretrizes para evitar que o quadro torne-se um caso de emergência pública.

O empenho é para identificar e tratar a bactéria de uma forma mais eficaz. Os especialistas também trabalham para estimular a prevenção, através do uso da camisinha.

A Mycoplasma genitalium (MG) é uma bactéria cuja transmissão pode ser feita por meio de relações sexuais com um parceiro (a) contaminado.


Nos homens, causa inflamação na uretra, levando a emissão de secreção através do pênis e podendo causar dores na hora de urinar.

Nas mulheres, causam inflamações nos órgãos reprodutivos (útero e as trompas de falópio), provocando não só dor, como também febre, sangramento e infertilidade, ou seja, dificultando a reprodução.

A infecção, entretanto, nem sempre apresenta seus sintomas.

Podendo ser confundida com outras doenças que também são sexualmente transmissíveis, como a clamídia, que é mais frequente no Brasil.


Precaução


O avanço da Mycoplasma genitalium (MG) acontece principalmente no continente europeu. No Brasil, o Ministério da Saúde (MS) diz que realiza o monitoramento da bactéria, tanto pelo aumento do predomínio quanto pelo aumento da resistência antimicrobiana.


A infecção por essa bactéria não é de notificação obrigatória no país, ou seja, as secretarias de saúde dos Estados e dos municípios não recebem nenhuma ordem que determine que os casos sejam informados. Assim, não há dados que indiquem quantas pessoas são atingidas.

De acordo com Ministério da Saúde (MS), estudos regionais mostram que ela é menos frequente que outros agentes, como a N.gonorrhoeae (bactérias responsáveis pela gonorrhoeae) e Chlamydia trachomatis (bactéria responsável pela clamídia). Quando não recebem o tratamento adequado, podem causar infertilidade, dores durante as relações sexuais, e outros danos à saúde.

No Reino Unido, o quadro é mais preocupante, de acordo com a Associação Britânica de Saúde Sexual e HIV (BASHH, da sigla em inglês). A associação afirma que as taxas de erradicação da bactéria após o tratamento com um grupo de antibióticos conhecidos como macrolídeos estão diminuindo.


Orientações


Já existem testes para detectar a bactéria. No entanto, ainda não estão disponíveis em todas as clínicas da Inglaterra. Os médicos podem enviar amostras para laboratórios da Public Health England, a agência executiva do Departamento de Saúde e Assistência Social, para obter um diagnóstico.


Peter Greenhouse, especialista em DSTs, orienta as pessoas que tomem precauções.


No Brasil, o Ministério da Saúde diz que "a realidade ainda é muito diferente da Inglaterra", mas que é necessário identificar os casos e tratá-los "para interromper a cadeia de transmissão".


"Vale destacar que a camisinha masculina ou feminina é fornecida gratuitamente pelo Sistema único de Saúde (SUS), podendo ser retirada nas unidades de saúde de todo o país", aconselha.


Redação O POVO Online
A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, suspendeu, em decisão de sábado (14) publicada nesta segunda (16), uma resolução da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) que permitia que operadoras de planos de saúde cobrassem dos usuários até 40% do valor dos atendimentos.

Cármen Lúcia, que está de plantão no STF durante o recesso forense, atendeu liminarmente (provisoriamente) a um pedido da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), até que o assunto seja analisado pelo ministro relator do processo, Celso de Mello, ou pelo plenário da corte.

A ANS publicou as novas normas, agora suspensas, em 28 de junho. Na chamada coparticipação, o paciente paga uma parte de consultas e exames. Segundo a Resolução Normativa nº 433, os usuários poderiam ter de arcar com até 40% do valor dos atendimentos, regra que entraria em vigor no final de setembro e valeria somente para novos contratos.

A ANS também havia estipulado limites (mensal e anual) para o pagamento de coparticipação e franquia: o valor máximo a ser pago não poderia ultrapassar o valor correspondente à mensalidade do consumidor (limite mensal) e/ou a 12 mensalidades no ano (limite anual).

Por exemplo, se o consumidor pagasse R$ 100 de mensalidade, o limite mensal da coparticipação não poderia ultrapassar R$ 100. Com isso, no mês em que houvesse coparticipação, ele iria pagar, no máximo, R$ 200.

Na ação ajuizada no Supremo, a OAB sustentou que a ANS usurpou competência do Legislativo ao editar a resolução, criando "severa restrição a um direito constitucionalmente assegurado (direito à saúde) por ato reservado à lei em sentido estrito".

Cármen Lúcia entendeu que os argumentos da OAB eram plausíveis e destacou "a inquietude dos milhões de usuários de planos de saúde, muitos deles em estado de vulnerabilidade e inegável hipossuficiência, que [foram] surpreendidos ou, melhor, sobressaltados com as novas regras, não discutidas em processo legislativo público e participativo".


"Causa estranheza que matéria relativa ao direito à saúde, de tamanha relevância social, e que a Constituição afirma que, no ponto relativo a planos específicos, somente poderá ser regulamentada nos termos da lei [...], deixe de ser cuidada no espaço próprio de apreciação, discussão e deliberação pelos representantes do povo legitimamente eleitos para o Congresso Nacional, e seja cuidado em espaço administrativo restrito [a ANS], com parca discussão e clareza, atingindo a sociedade e instabilizando relações e aumentando o desassossego dos cidadãos", escreveu a ministra.

O Supremo ainda julgará o mérito da ação ajuizada pela OAB.

Como funcionam os planos de saúde com contrapartida:

O que são: Gastos com atendimentos são divididos com o usuário; objetivo é diminuir custos e evitar o uso sem necessidade.

Modelos
Coparticipação: Além da mensalidade, o usuário paga à operadora uma parte do custo de cada consulta, exame ou procedimento realizado. A cobrança pode ser por valor fixado ou por percentual.

Franquia: Em adição à mensalidade, o usuário paga por atendimentos e serviços até atingir determinado valor; a partir daí, outras despesas são custeadas pela operadora. É pouco comum no Brasil. Com informações da Folhapress.


Por Folhapress
Fonte: www.noticiasaominuto.com.br
Uma desvalorização de 10% do real no próximo ano pode levar a inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) para 5%, aponta levantamento do Credit Suisse obtido com exclusividade pela reportagem.
O estudo busca prever os efeitos de um real mais fraco sobre os preços, o que é conhecido pelos economistas como “pass-through”.
Embora o impacto não seja claramente perceptível pelo consumidor comum, um dólar mais forte encarece, por exemplo, matérias-primas que precisam ser importadas pela indústria -o que acaba pressionando os preços.
O tamanho do repasse do câmbio para a inflação varia conforme o tempo e também o ritmo da atividade econômica.


Segundo a equipe do Credit Suisse, em condições normais, esse efeito é considerável: a cada 10% de desvalorização cambial, 0,7 ponto percentual é adicionado à inflação.
Mas como a economia brasileira está saindo de um período de recessão e passando por um ciclo de retomada que ocorre a passos lentos, esse repasse cambial à inflação não é desprezível, mas é menor.
No ambiente atual, de crescimento baixo e desemprego alto, uma desvalorização de 10% do real adicionaria 0,44 ponto percentual à inflação de 2019, diz Lucas Vilela, economista do Credit Suisse.
O crucial nessa equação, explica o economista, é a elevada ociosidade das empresas. Em um quadro de demanda mais fraca, a necessidade de importar da indústria, por exemplo, pode ser menor.
Como a inflação esperada para 2019 pelo Credit Suisse está em 4,5%, o efeito a levaria para perto de 5% -acima do centro da meta estabelecida pelo Banco Central, de 4,25% no próximo ano, com uma margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.
Por enquanto, esse não é o cenário central do banco, que espera um dólar médio de R$ 3,65 em 2019.
Embora as projeções dos economistas para inflação tenham acelerado para algo ao redor de 4% como consequência da paralisação dos caminhoneiros, o nível ainda é considerado confortável.
De qualquer forma, o sinal de alerta em relação a pressões inflacionárias está aceso, com ao menos dois importantes eventos com fôlego para mexer com o câmbio: o período pré-eleitoral e os respingos de uma guerra comercial entre EUA e China.
Vilela prevê uma forte elevação da taxa Selic no próximo ano -dos atuais 6,5% para 9,5% no fim de 2019– como forma de evitar uma inflação maior a partir de 2020.

Atualizado por Natasha Ribeiro
natasha@estadoce.com.br
Fonte: Folhapress
O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, amenizou nesta terça-feira, 17, em reunião com empresários na Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), na capital paulista, seu discurso em relação à reforma trabalhista. Ciro afirmou que não se opõe uma reforma, mas que é contrário à matéria aprovada pelo governo de Michel Temer. O pedetista, que anteriormente havia prometido revogar o texto caso vença as eleições 2018, disse que, ao falar em "revogar", fez uso de um "cacoete de professor". "Não sou contra reforma, sou contra esta."

"Essa reforma trabalhista, sem embargo de coisas boas, tem problemas. Ela trouxe ao mundo uma insegurança jurídica e insegurança econômica, e isso destrói o capitalismo. O meu compromisso é trazer essa bola de volta para o centro do campo e recolocar a discussão", disse o ex-governador do Ceará. "Da proposta aprovada, 10% são coisas aberrantes. Você acha que sindicalismo critica o negociado sobre o legislado? Não, falam da situação da grávida em ambiente insalubre", disse.

Resultado de imagem para ciro

O presidenciável declarou ainda que seu compromisso com os sindicatos foi apenas de recolocar a discussão e disse achar razoável recolocar a possibilidade de uma contribuição sindical em acordos entre empregados e trabalhadores.

Na busca por alianças com legendas do centro, Ciro tem procurado reorientar seu discurso. No final de semana, combinou com lideranças do 'Centrão' que seus assessores econômicos iriam sentar para ajustar as propostas, principalmente na área econômica. A primeira reunião aconteceu nesta terça-feira, segundo um dos economistas que o assessora, Mauro Benevides.

Ao falar sobre sua política para investimentos, o pedetista disse ainda que pretende rever o teto de gastos para excluir os investimentos, a educação e a saúde. Ciro citou a experiência como governador do Ceará, onde seu governo fez um ajuste resguardando essas rubricas, e disse que é possível reproduzir isso no Brasil. "Minha maior urgência é fazer um ajuste fiscal severo. É melhor um sacrifício amargo agora porque aí viramos expectativas e o País pode pensar em crescer 5 pontos no ano seguinte", defendeu.


Agência Estado
Na abordagem de um caminhão que levava carga de madeira pelo km 221 da BR-222, a Polícia Rodoviária Federal constatou que o produto era de origens ilegais. Ao pedir os documentos referentes à mercadoria, o motorista apresentou o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (Danfe) somente para 25,18 m³ de madeira. Entretanto, após realizar a checagem da quantidade, os policiais perceberam que ele transportava 39,64 m³.


Além da diferença entre o que constava nos documentos referentes à madeira e à quantidade transportada, de acordo com a PRF, a empresa que emitiu o comprovante não possui Certificado de Regularidade do Cadastro Técnico Federal (CTF). A informação foi checada pelo sistema do Ibama. A madeira era das espécies faveira e sumaúma vermelha, e estava dividida em tábuas e vigas, sendo supostamente proveniente de uma área de reflorestamento de Goianésia, no Pará.

(Foto: Divulgação PRF) 

Em decorrência das irregularidades, o motorista foi acusado do crime que proíbe transportar, adquirir ou vender madeira, lenha ou carvão sem licença válida, correspondente ao Artigo 46 da Lei de Crimes Ambientais. O caso foi registrado por um Termo Circunstanciado de Ocorrência. O veículo de modelo Volvo/NH 440 6X42T e a carga foram encaminhados ao Ibama no município de Sobral.

Fonte: O POVO Online
Cearense nascido na cidade de Independência, Antônio Mardônio Lopes Alves, o Cancão, foi preso com um disfarce semelhante à aparência do narcotraficante colombiano Pablo Escobar. A prisão dele aconteceu na última segunda-feira, 16, no bairro Montese, em Fortaleza.
Disfarce inspirado em Pablo Escobar

Apontado como responsável por ataques a carro-fortes, Cancão era procurado pela Polícia há aproximadamente 10 anos, e sempre conseguia fugir. Na fotografia divulgada na lista da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) dos mais procurados, que era a mesma identidade original, ele apresentava cabelos curtos e não usava barba ou bigode.

Coletiva

Aparência original de Cancão 



Na coletiva de imprensa apresentada, nesta terça-feira, 17, na sede da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), pelo delegado Ricardo Romagnolli e pelo tenente-coronel Cícero Henrique, a informação é de que denúncias auxiliaram na prisão de Mardônio. Ele é investigado como uma liderança de determinada facção criminosa originada no estado de São Paulo.

Levamentamentos apontam que ele teria forte ligação com criminosos que estão dentro do sistema penitenciário. O que deve gerar uma investigação para descobrir mais envolvidos nos ataques. De acordo com o tenente-coronel Cícero Henrique, Mardônio não resistiu à prisão. Ele apresentou o documento falso, mas depois confessou se tratar de Cancão.

Mardônio estava acompanhado de duas pessoas, mas ao checar os nomes, a Polícia não encontrou nenhum tipo de mandado em aberto para os outros. Segundo o delegado Ricardo Romagnolli, além do crime do uso do documento falso, que ele foi autuado em flagrante. Houve o indiciamento na lei das organizações criminosas.

Cancão nega participação das facções, mas a Polícia tem levantamentos que apontam ele como uma liderança. Polícias de outros estados onde Cancão também é investigado estão em contato com as forças de segurança do Ceará no intuito de unir todos os crimes pelos quais ele é acusado.

Fonte: Jornal O Povo
A Perícia Forense do Estado do Ceará liberou na manhã desta terça-feira, 17, o corpo de Ricardo José Hilário da Silva, que morreu nessa segunda-feira, 16, quando estava em um brinquedo do parque aquático Beach Park, em Aquiraz. Segundo testemunha relatou ao O POVO Online, a boia na qual ele estava com mais três pessoas subiu mais alto do que o esperado em uma das curvas da atração e caiu virada. José Hilário teve traumatismo craniano e morreu ainda no local.

Radialista ao microfone

O turista de São Paulo tinha 43 anos, era radialista e apresentava programa matinal na Rádio Nova Brasil FM. De acordo com testemunhas, a boia que Ricardo utilizava ia mais rápido do que outras que passavam pelo brinquedo chamado Vainkará, inaugurado no último sábado, 14. O brinquedo foi interditado pela perícia na tarde de segunda-feira. A diretoria do Beach Park afirmou que, em respeito às famílias, o parque ficou fechado nesta terça-feira.
Famosos que participaram do evento de lançamento, no último sábado, apagaram o conteúdo sobre a atração das redes sociais.


(
Foto: via WhatsApp

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o caso será investigado pela Delegacia Metropolitana de Eusébio. A delegacia especializada em Proteção ao Turista (Deprotur) também esteve no local e apura os acontecimentos.
O Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) já oferece a versão eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) desde o dia 20 de junho deste ano. A carteira digital é gratuita e está disponível a todos os condutores habilitados que tiverem interesse em utilizá-la no seu smartphone.


O documento no celular poderá ser apresentado aos agentes de trânsito no lugar da CNH tradicional, mas a carteira de papel permanece sendo emitida e válida. A versão digital terá o mesmo valor jurídico da impressa e algumas vantagens adicionais, como maior mobilidade, praticidade e comodidade para os usuários.


Com a implantação da CNH Digital, este passou a ser o primeiro documento de identificação digital do Brasil. Portanto, é possível, por exemplo, embarcar em todos os aeroportos do País utilizando a CNH Digital e, assim como o cartão de embarque, que também é disponibilizado pelas companhias aéreas via smartphone, efetuar a sua viagem de avião sem necessidade de documentos impressos, agilizando a viagem de milhares de passageiros.


O Detran disponibilizou um "passo a passo" para obter a versão digital. Em primeiro lugar, o usuário precisa ter a CNH impressa com QR Code (uma espécie de código de barras, em formato quadrado, impresso no verso da cédula do documento, conforme o novo modelo em vigor em todo o País desde maio de 2017). Caso o utilizador já possua CNH com QR Code, basta seguir os passos do site. Caso não, é possível solicitar uma segunda via ou ainda efetuar a renovação da CNH atual (lembrando que não é necessário aguardar a CNH vencer para renová-la).


Veja abaixo o Passo a Passo para obter a CNH Digital no smartphone:
1. Verificando a sua CNH
Verifique se sua CNH de papel possui o "QR Code". Se tiver, siga os próximos passos. Caso não tenha QR Code, veja ao final desta matéria os procedimentos para solicitar segunda via ou efetuar a renovação da sua CNH, se desejar.


2. Cadastro no site do Denatran
Sua CNH tem QR Code, então faça o cadastro no Portal de Serviços do Denatran (portalservicos.denatran.serpro.gov.br) escolhendo a opção “Cadastro” e seguindo as orientações do site.
Importante: Lembre-se de utilizar no cadastro do Denatran um email válido, bem como o número do celular no qual será instalado o aplicativo para utilização da CNH Digital.


3. Baixe o Aplicativo CNH Digital
Após realização do Cadastro no site do Denatran, baixe o aplicativo da CNH Digital na iTunes (Para celulares com sistema iOS) ou na PlayStore (para celulares com sistema Android).


4. Validação dos dados
Verifique se você já possui o “certificado digital”. Caso sim, valide os dados e ative a CNH Digital no Portal do Denatran. Caso não tenha certificado digital, dirija-se ao Detran (em qualquer posto que possua o serviço de habilitação) para atualizar seus dados. Nesse momento, você também será cadastrado no sistema “Meu Detran”, que permite o recebimento informações sobre infrações cometidas, pontuação da sua CNH, data para renovação, entre outras.


5. Código de Ativação no Portal do Denatran
Com todos os itens anteriores realizados, ative seu dispositivo no site do Denatran requisitando o código de ativação para a CNH Digital, que será enviado por email. Assim que recebê-lo, siga para o aplicativo para criação do pin.


6. Criação do PIN
No aplicativo CNH Digital, efetue login (utilize o número do seu CPF) e senha (use a senha de acesso ao Portal do Denatran). Na tela seguinte, será solicitado o código de ativação que foi enviado por email. Feito isso, o aplicativo vai pedir a criação de uma senha simples, de quatro números (PIN), que o usuário precisará digitar toda vez que acessar a CNH-Digital.


Após esses passos, o aplicativo exibe uma reprodução da frente, verso e do "QR Code" da CNH. Esta exibição é que permite ao motorista deixar a CNH de papel em casa.

Procedimento para solicitar a segunda via da CNH impressa
Para solicitar a segunda via, especificamente para ter acesso ao QR-Code, será necessário comparecer a um dos postos do Detran-CE que disponibilize serviço de habilitação com os seguintes documentos:
- CNH atual
- Comprovante de endereço
- Pagamento da taxa de emissão da 2ª via da CNH no valor de R,74


Sua nova CNH será impressa com QR Code e você poderá seguir os passos acima para ter acesso à sua CNH Digital.

Procedimento para efetuar a renovação da CNH
Documentos – Original e Cópia
Documento de identificação reconhecido pela Legislação Federal.
Comprovante de residência em seu nome (água, luz ou telefone) ou declaração de residência;
Laudo do exame toxicológico (Para as categorias: C, D, E, AC, AD ou AE);
CPF;
CNH.


1° passo:
Comparecer a um dos postos do Detran para abrir o processo de renovação de CNH com documentação original em mãos;


2° passo:
Após abertura do processo no balcão de atendimento, o mesmo deverá realizar a captura de digitais e tirar uma foto para nova CNH.


3° passo:
Realização dos exames de saúde.


4º Passo:
Pagar o boleto do serviço no valor de R$ 212,26 (sem atividade remunerada).

Redação O POVO Online
A última seleção classificada às quartas de final da Copa do Mundo da Rússia foi conhecida na tarde desta terça-feira. No Estádio Spartak, a Inglaterra cedeu o empate por 1 a 1 à Colômbia nos acréscimos, mas enfim levou a melhor na disputa por pênaltis (4 a 3).

Colômbia e Inglaterra fizeram um primeiro tempo com raras oportunidades de gol. Na etapa complementar, Harry Kane abriu o placar em cobrança de pênalti e Yerry Mina empatou de cabeça. De forma inédita, a seleção britânica ganhou uma disputa por penais no Mundial com atuação decisiva do goleiro Pickford.

Classificada às quartas de final da Copa do Mundo da Rússia, a Inglaterra volta a campo às 11 horas (de Brasília) deste sábado. Em Samara, o time comandado por Gareth Southgate encara a Suécia na briga por um lugar na semi, algo que não consegue desde 1990.


O Jogo – A Inglaterra foi a primeira seleção a chegar ao ataque de maneira consistente em Moscou. Trippier recebeu de Lingard pela direita e cruzou pelo alto. O artilheiro Harry Kane completou de cabeça, mas mandou por cima do gol defendido por Ospina.

Em um primeiro tempo sem grandes emoções, a Inglaterra levou algum perigo novamente em jogada de bola parada. Lerma cometeu falta sobre Kane nas imediações da grande área. Na cobrança, Trippier mandou a bola à direita da meta colombiana.

Desfalcada do lesionado meia James Rodriguez, seu principal articulador, a Colômbia não conseguiu criar oportunidades de gol durante a etapa inicial. Já nos acréscimos, Quinteros deu o primeiro chute na meta britânica, facilmente defendido pelo goleiro Pickford.

A Inglaterra inaugurou o marcador aos 11 minutos da etapa complementar. Após cobrança de escanteio, Carlos Sanchez cometeu pênalti sobre Harry Kane, marcado pelo confuso árbitro norte-americano Mark Geiger. O atacante bateu no meio do gol e converteu pela sexta vez no Mundial.

A seleção britânica procurou aproveitar o momento favorável após abrir o placar e quase ampliou a vantagem logo depois. Young apanhou a sobra na entrada da área e cruzou. Dele Alli completou de cabeça e a bola passou perto da trave do goleiro Ospina.

A Colômbia desperdiçou grande chance com Cuadrado, mas chegou ao empate por meio de Yerry Mina. Aos 47 minutos, Pickford espalmou chute de Uribe e cedeu o primeiro escanteio ao adversário. Após a cobrança, o ex-palmeirense subiu alto e cabeceou para empatar em grande estilo.

A Colômbia dominou o primeiro tempo da prorrogação e a Inglaterra reagiu no segundo, encerrado com empate. Nos pênaltis, Kane, Rashford, Trippier e Dier converteram para os britânicos. Henderson parou em Ospina. Falcao, Cuadrado e Muriel marcaram para os sul-americanos. Uribe acertou o travessão e Bacca parou em Pickford. Assim, a seleção europeia ganhou por 4 a 3.